Material Rodante Especial e Vagões

Serra Breque

Construído na Inglaterra, em 1866, encontra-se totalmente restaurado. Foi concebido para operar no Primeiro Sistema Funicular da Serra do Mar, também conhecido por Serra Velha. O Serra-Breque era simplesmente um vagão construído com sistema de engate para a composição e sistema de engate para o cabo de aço. Sem tração própria, tornava a operação morosa e utilizava enorme mão-de-obra humana para atingir cada patamar da serra. Foram utilizados até meados de 1900.

 

Locobreques / Locobrakes Nº 4, Nº 3 e Nº 11

Kerr Stwart tipo 0-4-0, construídos na inglaterra em 1900, encontram-se no pátio ferroviário da ABPF Regional São Paulo (Memorial do Imigrante), onde o de nº 4 está sendo restaurado. Estes locobreques prestaram serviços por 80 anos, no segundo Sistema Funicular da Serra do Mar (cabo de aço sem fim), também conhecidos por “Novos Planos inclinados”.

 

Caboose

Com duas varandas e rodas raiadas, foi construído em 1915 nas oficinas de Rio Claro e pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro. Esse tipo de vagão era utilizado para demarcar o último carro de um trem de cargas. Encontra-se em processo de restauro.

 

Vagão de Transporte de Ferragem/Socorro

Série FNP 3725634 pertenceu a antiga estrada de ferro da Companhaia Paulista, tem capacidade de carga útil de 18.000 quilos, chassi e estrutura em madeira.

 

Vagão Tanque Nº 617536/40

Construído por Workspoor em 1927, com capacidade de carga para 32.400 quilos, era usado pela TEXACO, para transporte de combustível, pertenceu a São Paulo Railway. Encontra-se parcialmente restaurado. Estamos procurando uma parceria com a atual empresa de combustíveis TEXACO.

 

Bonde Nº 38

Construído na Escócia por Tramway Hurst Nelson em 1912, é do tipo aberto com truck de 4 (quatro) rodas, na bitola de 1380mm, para o transporte de 45 passageiros sentados. Pertenceu a extinta “CSIC – The City of Santos Improvements Company” e posteriormente a  “SMTC - Serviço Municipal de Transportes Coletivos” da Cidade de Santos. Este bonde foi totalmente recuperado pela Estrada de Ferro Campos do Jordão, retornando ao serviço histórico cultural em maio de 1998.

"Atualmente este veiculo está cedido em comodato para a Prefeitura de Santos."

Quer saber mais?

Abertura | História e Regionais | Parceiros e Links | Filiação | Contato | Núcleo Histórico dos Transportes - São Paulo | Museu Ferroviário - Paranapiacaba | Passeio de Maria-Fumaça | Passeio de Bonde | Oficina de Restauração e Pátio - São Paulo | Locomotivas | Carros | Vagões e Especiais | Notícias Regionais e Afins | Boletim ABPF | Notícias Ferroviárias | Eventos Realizados | Banco de Imagens

Website, design, fotografia e visibilidade
aPaReCe